Há 352 praias com Bandeira Azul para aproveitar. E este é o único mapa de que precisa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Esta semana, os dias de descanso terão temperaturas (muito) altas. No Vida Extra, começamos já a preparar o fim de semana com algumas sugestões. As praias não podiam ficar de fora.

O número de praias galardoadas em Portugal pela sua qualidade balnear quase quintuplicou nos últimos 32 anos. São 352 as que ganharam o direito de hastear a Bandeira Azul em 2019, mais 20 que no ano anterior (veja o mapa). O Algarve continua a liderar o ranking. Oeiras e Mirandela entraram para a lista, e Cascais e Sintra continuam a não querer participar.

As zonas balneares com Bandeira Azul não param de aumentar em Portugal. Desde 1987, as praias que conquistaram o direito a erguer o símbolo de qualidade atribuído pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) quase quintuplicaram. São 352 este ano, quando eram 71 há 32 anos. Então não havia nenhuma praia fluvial galardoada e em 2011 eram apenas seis. Hoje são 35 as zonas balneares localizadas em rios ou lagos (mais duas que em 2018) a poder ostentar o símbolo de qualidade.

E esta realidade coloca Portugal no primeiro lugar entre os 44 países cujas praias ostentam este símbolo, sendo também aquele que dentro da União Europeia tem maior percentagem de praias galardoadas (55%) face às designadas como aptas para prática balnear no país. Em número absoluto, o ranking de Bandeiras Azuis continua a ser liderado por Espanha, Grécia, França e Itália.

A explicar esta evolução está o muito que se investiu no tratamento de águas residuais em todo o país, mas também devido a uma melhor gestão das praias e à alteração do comportamento das pessoas, fruto do trabalho de educação ambiental.

Em 2019, além das 32 regras já aplicadas anteriormente — entre as quais a qualidade da água balnear, dos acessos e apoios de praia, e a existência de nadadores-salvadores — entraram em jogo novas obrigações relacionadas com projetos de eficiência energética e de responsabilidade social. Este ano, também há um concurso aberto aos concessionários de praia para ver o que mais se faz para reduzir o consumo de plástico descartável.

ALGARVE NA LIDERANÇA

Como sempre, o Algarve continua a liderar em número de praias com Bandeira Azul (com 88 na lista), seguido pela região Norte (73, das quais seis interiores) e pela região do Tejo (54, das quais nove fluviais). A região Centro conta com 44 zonas balneares galardoadas (16 interiores), o Alentejo 35 (quatro interiores), os Açores 39 e a Madeira 17.

Entre as 17 novidades, destaca-se a entrada de duas praias do concelho de Oeiras, Santo Amaro e Torre, que permitem aproximar as Bandeira Azul da capital portuguesa. Mas também a entrada da praia do Salgado (Nazaré), Cabo Mondego, Cova Gaia Hospital, Murtinheira, Tamargueira, Avô e Areinho (no Centro do país); Parque Dr. José Gama e S. Félix da Marinha (no Norte); Almograve Sul, Furnas Mar e Malhão Sul (Alentejo); e Ribeira dos Pelames e Ribeira do Natal, respetivamente nos Açores e na Madeira. Quanto a reentradas, contam-se sete: Rainha e Janeiro de Baixo (Centro); Salgueiros, Almoxarife e Vinha da Areia (Açores) e Barreirinha e Calheta (Madeira).

Há concelhos que continuam a não querer entrar no jogo, como acontece com Cascais ou Sintra. Sintra não se candidata desde 2009 e Cascais entrou “em divergências” quanto aos critérios definidos pela ABAE e deixou de se candidatar desde 2017, na sequência de no ano anterior a ABAE lhe ter tirado a bandeira em três praias devido a análises más.

Certo é que todos os anos situações semelhantes acontecem em vários pontos do país, já que nem todas as praias galardoadas chegam a erguer ou a manter a Bandeira Azul durante a época balnear. Em 2018, 12 das 332 praias distinguidas não chegaram a erguê-la por falta de nadadores-salvadores ou por decréscimo da qualidade da água balnear. Duas tiveram mesmo de arriar a bandeira definitivamente e 33 apenas temporariamente.

Fonte: Vida Extra

Quer morar em Portugal?

Saiba como a LuResolve pode ajuda-lo no seu plano de imigração.

Agende uma Web Reunião

Whatsapp, Skype, Hangout ou Zoom – VALOR REDUZIDO ATÉ JUNHO

Diga olá!
Precisa de ajuda?
Olá, como posso ajudar?