Iraniano usa morada falsa para ter visto de residência

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um imigrante iraniano conseguiu autorização de residência em Portugal com recurso a uma morada falsa. O homem enviou ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) o contrato de arrendamento de uma moradia, em Moncarapacho, Olhão, que depois recusou concretizar.

A situação aconteceu em dezembro. O imigrante respondeu a um anúncio para arrendamento da moradia num site na internet. “Depois de falarmos por telefone, ele veio logo ver a casa”, contou ao CM o proprietário da habitação. “Falou com a mulher pelo computador, e disse que queria a casa”.

O dono da moradia tratou então do contrato de arrendamento, que enviou por mail, já assinado, ao imigrante. Nessa altura, o iraniano acabou por dizer que já não estava interessado.

Passado pouco mais de uma semana, o proprietário recebeu na moradia uma carta do SEF, com a autorização de residência. O imigrante tinha usado a morada para se legalizar.

Na semana passada, inspetores do SEF estiveram na casa para recolher os documentos e estão agora a investigar o caso.

O CM confirmou que o iraniano, com cerca de 30 anos, é estudante de Doutoramento na Universidade do Algarve.

Fonte: CM (Leia mais)

Quer morar em Portugal?

Saiba como a LuResolve pode ajuda-lo no seu plano de imigração.

Agende uma Web Reunião

Whatsapp, Skype, Hangout ou Zoom – VALOR REDUZIDO ATÉ JUNHO

Diga olá!
Precisa de ajuda?
Olá, como posso ajudar?