SEF deu visto a estrangeiro proibido de entrar na Europa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Vistos negados

O relatório disciplinar arquivado pelo diretor do SEF revela que o sistema informático foi alterado para permitir dar vistos a estrangeiros sem prova de entrada legal no país

O SEF concedeu autorização de residência a um cidadão paquistanês, alvo de uma medida de segurança de interdição de entrar no espaço Schengen, emitida pelas autoridades norueguesas. Estas proibições podem ser aplicadas a imigrantes ilegais que foram expulsos ou até a suspeitos ou condenados por crimes graves. Com o visto português, este estrangeiro pode circular livremente na União Europeia (UE).

Este foi um dos casos mais graves identificados na auditoria do Gabinete de Inspeção (GI) do SEF que provou a existência de centenas de vistos deferidos à margem da lei, entre milhares de que há suspeita terem sido validados – só numa direção regional foram apanhados mais de dois mil casos irregulares. Conforme o DN já noticiou, o novo diretor nacional desta polícia, Carlos Moreira, mandou arquivar esta auditoria que propunha sanções disciplinares a seis funcionários, entre o ex-diretor nacional adjunto Luís Gouveia, por terem permitido a legalização de estrangeiros, sem que fossem cumpridos os requisitos exigidos pela lei.

A autorização de residência ao cidadão paquistanês foi validada por uma inspetora – também alvo de processo disciplinar – que coordenava o posto de atendimento em Alverca (onde eram centralizados estes processos de regularização excecional) e que ignorou a medida de segurança registada no Sistema de Informações Schengen. O DN questionou o SEF sobre o caso e se a situação tinha sido, entretanto, corrigida, mas não obteve resposta até ao fecho desta edição.

Fonte: DN.pt ( leia o artigo completo )

Quer morar em Portugal?

Saiba como a LuResolve pode ajuda-lo no seu plano de imigração.

Agende uma Web Reunião

Whatsapp, Skype, Hangout ou Zoom – VALOR REDUZIDO ATÉ JUNHO

Diga olá!
Precisa de ajuda?
Olá, como posso ajudar?