Turismo – Mercado em Números Portugal

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Mercado em Números Portugal | agosto 2018

Mercado em Números Portugal | agosto 2018

Em 2017 os residentes nacionais efetuaram 21,2 milhões de deslocações turísticas, a que correspondeu um aumento de 5,0%, em linha de conta com o acréscimo de 5,4% registado em 2016;

O principal motivo para viajar em 2017 foi “lazer, recreio ou férias”, totalizando 9,6 milhões de viagens (45,2% do total), motivo que registou um significativo crescimento de 8,4%, após +9,3% em 2016;

A “visita a familiares ou amigos” passou a ser o segundo motivo mais importante, com 9,3 milhões de viagens (44,0%), registando um acréscimo de 4,8%. As viagens por motivos “profissionais ou de negócios” (1,5 milhões) registaram uma quota de 7,1% (-1,1 p.p.).

Em 2017 as viagens para o estrangeiro representaram 10,4% do total (+0,7 p.p.), o equivalente a 2,2 milhões de deslocações, refletindo um acréscimo de 13,1% (+2,5% em 2016).

Em território nacional realizaram-se 19,0 milhões de viagens (89,6% do total), observando-se um aumento de 4,1% (após +5,7% no ano anterior).

O motivo “Lazer, recreio ou férias” justificou a maioria das viagens realizadas ao estrangeiro em 2017 (57,4%, +2,6 p.p.).

visita a familiares ou amigos

Nas deslocações internacionais, a “visita a familiares ou amigos” registou 21,4% (-0,02 p.p.), enquanto aos motivos “profissionais ou de negócios” concentram 19,1% (-2,2 p.p.).

Nas deslocações domésticas a “visita a familiares ou amigos” foi a principal motivação apontada (46,6%; +0,1 p.p.), seguindo-se o “Lazer, recreio ou férias” (43,8%, +1,2 p.p.).

Em 2017, a região Centro continuou a captar o maior número das viagens dos residentes (5,7 milhões), com uma quota de 30%, sendo a principal motivação destas deslocações a “visita a familiares e amigos” (53,6%, após 49,1% em 2016).

A região Norte foi o segundo destino nacional mais procurado, tendo captado um total de 4,7 milhões de deslocações (24,9%, +1,3 p.p.). Embora a principal razão para deslocação a esta região continue a ser a “visita a familiares ou amigos”, as deslocações por “lazer, recreio ou férias” registam uma quota (35,8% em 2017, face a 29,9% em 2016).

A AM Lisboa captou 17,8% das deslocações nacionais, com predomínio da “visita a familiares ou amigos” (52,1%; +0,01 p.p.). Nas deslocações dos residentes às restantes regiões (Alentejo, Algarve, RA Açores e RA Madeira) o motivo “lazer, recreio ou férias” foi preponderante (50,4%, 79,0%, 51,5% e 69,6%, respetivamente).

Em 2017, cada viagem teve uma duração média de 4,03 noites (4,05 em 2016). As deslocações ao estrangeiro apresentaram uma duração média de 7,8 noites (7,6 em 2016) e as viagens domésticas 3,6 noites (tal como em 2016).

PDF Completo

Fonte: turismodeportugal.pt ( leia o artigo completo )

 

Quer morar em Portugal?

Saiba como a LuResolve pode ajuda-lo no seu plano de imigração.

Agende uma Web Reunião

Whatsapp, Skype, Hangout ou Zoom – VALOR REDUZIDO ATÉ JUNHO

Diga olá!
Precisa de ajuda?
Olá, como posso ajudar?